quinta-feira, 31 de março de 2011

Gestão de Dietas Modificadas e Especiais -GDME

Ao finalizar o estudo de GDME o aluno saberá identificar toda a rotina do ambiente hospitalar, poderá ter contato com o prontuário do paciente para acompanhar e orientar o cuidado nutricional deste. Deverá também reconhecer os vários tipos de dietas e suas características direcionadas aos tratamentos dietoterápicos.
A primeira aula prática é de Dietas de Rotina – aquelas que sofrem somente modificação de consistência...
Houve alguma inspiração (e acredito ser bem mais que 1%), em sala de aula primeiro, pois foi planejada e calculada toda a alimentação para um paciente em um dia... Mas depois, houve 99% de transpiração no laboratório de Nutrição para execução desta dieta planejada.
Com isso os alunos em grupo conseguem visualizar a composição das dietas, conseguem também verificar a diferença entre dieta planejada e executada, obtendo a oportunidade de corrigir e comentar posteriormente as falhas e dificuldades. Alguns conseguem executar exatamente o que planejaram, já outros aprimoram o planejamento com as falhas - é errar para aprender.
Acreditem chamamos a atenção da escola toda com o cheirinho desta aula prática, mas os curiosos que apareceram na porta do laboratório ficaram desconsertados quando falamos que era uma aula de “dietas hospitalares” e queriam experimentar as dietas ... (e ainda dizem que comida de hospital é ruim???) ... Qualidade é tudo...
Nas fotos abaixo estão nossos alunos colocando em prática a teoria sobre as dietas de rotina...






Turma do curso técnico do 3º módulo da tarde
Valeu pessoal
Profª Helena Altenburg e Tatiana Ponte

Nenhum comentário:

Postar um comentário

TÉCNICO EM NUTRIÇÃO E DIETÉTICA

É o profissional que acompanha e orienta as atividades de controle de qualidade, higiênico-sanitárias e segurança no trabalho, em todo o processo de produção de refeições e alimentos. Acompanha e orienta os procedimentos culinários de preparo de refeições e alimentos. Coordena a execução das atividades de porcionamento, transporte e distribuição de refeições. Pode estruturar e gerenciar serviços de atendimento ao consumidor de indústrias de alimentos e ministrar cursos. Define padrões de procedimentos, elabora Manual de Boas Práticas em UAN e implanta sistemas de qualidade. Realiza, também, a pesagem de pacientes e aplica outras técnicas de mensuração de dados corporais para subsidiar a avaliação nutricional; avalia as dietas de rotina com a prescrição dietética indicada pelo nutricionista. Participa de programas de educação alimentar.